O Começo - Bike in Line - O Melhor Semirreboque para Moto do Mundo

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Semirreboque
 
Tropeiros no Brasil e a chegada da Bike in Line


 
Tropeiros:
 
A mula foi o primeiro transporte de carga terrestre do Brasil e de grande importância para o nosso desenvolvimento econômico, seu início é a partir de 1730, mas precisamente duzentos e trinta anos após Cabral ter descoberto a ilha de Vera Cruz e cento e vinte quatro anos antes da primeira estrada de ferro a vapor, com apenas 14,5 km, a estrada de ferro de Mauá inaugurada no Brasil em 1854, no Rio de Janeiro ligando Porto de Mauá a Fragoso, nosso país era um imenso continente de terras pouco habitadas, algumas regiões estavam formando suas cidades, espalhadas por longas distâncias, eram como ilhas isoladas, e vencer este desafio para que o comércio prosperasse era necessário fazer chegar suas mercadorias até as grandes cidades e os portos, surgem os tropeiros solucionando os transportes de mercadorias no lombo de mulas, únicos animais que conseguiam resistir com carga a percorrer grandes distâncias por caminhos precários e muitas vezes impraticáveis. Aos grupos de animais reunidos para esse fim dava-se o nome de "tropas" e aos seus condutores, o de "tropeiros".
 
Não existiam estradas, pontes, locais para estadias ao longo do percurso, estavam expostos a todos os tipos de adversidades, e levavam meses viajando até chegar ao destino final, os tropeiros seguiam por antigos caminhos indígenas e outros, abertos pelas tropas de mulas e pelas boiadas. Os tropeiros foram responsáveis também pelo surgimento de importantes cidades que surgiram ao longo do caminho das tropas, também ajudaram a difundir costumes, hábitos e cultura. Mesmo depois da evolução de nossa malha ferroviária e rodoviária, até a década de 1950 ainda existiam tropeadas.

 
 
Bike in Line:
 
Na década de 80 dois Jovens motoclistas de Caxias do Sul, resolveram fazer uma viagem em uma moto para o litoral e tirar alguns dias de lazer acampando, logo veio à necessidade de encontrar uma maneira de transportar suas bagagens e os equipamentos de camping, em uma pequena moto Honda 125cc, de qualquer forma, essa viagem ocorreu com muito desconforto e bagagem amarrada por toda parte da pequena motocicleta. A vida encaminhou esses jovens a seguir um caminho que os preparou e os qualificou, para que quase 30 anos depois, inventassem um produto único e inovador no mundo na área de transporte de pequenas cargas, solucionando o transporte de carga em uma motocicleta, mas sem perder a principal vantagem que uma motocicleta propicia: agilidade, driblando o trânsito e a falta de espaço tão comum nas grandes metrópoles do mundo todo. O que corresponde esse invento economicamente para as empresas? Bike in Line, tem capacidade de transportar 100 quilos de carga útil, com um volume total de 320 litros, o que representa quase o mesmo peso total de uma motocicleta Honda 125 FAN de 109 quilos essa eficiência toda de transporte, permite as empresas que utilizam muitas vezes automóveis com somente o motorista para escoar suas mercadorias ou prestadoras de serviços, transportando “pequenos volumes” (expressão que depende de um ponto referencial, se comparado ao volume do porta-malas de um carro popular em média 290 litros, Bike in Line consegue ser quase 20% maior), essa nova mudança de um automóvel para um conjunto de moto mais o semirreboque Bike in Line, não só reduz as despesas de custos (combustíveis, manutenção, investimento inicial menor), quanto melhora o ganho de eficiência na redução de tempo de mobilidade no trânsito e também com o tempo perdido para encontrar uma vaga.
 
Um dos inventores Gilmar José Poletto Neves, Engenheiro Mecânico pela respeitada universidade de Caxias do Sul, fez toda sua carreira profissional na maior empresa de reboques e semirreboques da América Latina (Randon), viveu também nos EUA trabalhando nas fábricas do mesmo Grupo, 25 anos de contribuição voltada para esse segmento de transporte, como chefe da equipe de engenharia de projetos. Quando atingiu a idade de 47 anos, estava na hora de chamar seu irmão, Osmar Antônio Poletto Neves (chefe de produção de grandes empresas, como: Eberle e Tecnometal), resgatar aquela ideia de quando eram jovens, nasce assim à fábrica GIROS Implementos Ltda. Objetivo? Transporte de carga para motocicletas sem alterar as vantagens da mesma, e o principal desafio era? Como eliminar o eixo traseiro com duas rodas no reboque de moto, que limitam as vantagens de uma moto, no trânsito e no estacionamento. A solução estava no conceito em linha (in line), mas a ideia é apenas 1% de inspiração de um jovem, para resolver os outros 99% de transpiração foi necessário o Eng. Polleto, com toda sua expertise adquirida nessa área, fundamentada em dois conceitos básicos de uma grande empresa: construir um produto que atenda segurança e qualidade. Seis anos de trabalho no desenvolvimento do projeto, meio milhão de investimentos, trouxe o reconhecimento do INPI: Patente de invenção, produto homologado pelo DENATRAN, ABNT, aprovado nos rigorosos testes do INMETRO, Poletto Neves foi sabatinado em Brasília na apresentação da regularização do projeto no Ministério Dos Transportes, depois de tudo aprovado com sucesso, faltava confirmar na prática nossos compromissos com a segurança e qualidade, durante três anos mais de 40 clientes adquiriram e testaram nossos produtos em diversas aplicações e serviços, em diferentes regiões do país. E o resultado os números podem explicar, temos produtos rodando com mais de 300.000 km, em perfeito estado de funcionamento, comprovando também a baixa manutenção: somente troca de pneu, amortecedor e o baixo custo na renovação do DUT, menos de 40 dólares anuais.
 
 

Tropeiros e Bike in Line:
 
Você pode perguntar o que tem a ver Os Tropeiros e a Bike in Line? Dizem que coincidência não existe, então é destino mesmo, resgatando a história das mulas do nosso passado, que transportavam as cargas nos seus lombos, hoje em dia são representadas analogamente pelo conjunto de moto mais carga, ou seja, assim como surgiu o termo em Inglês “Iron Horse” (cavalo de aço), refere-se o que a moto representa hoje para o homem, o mesmo que o cavalo foi para o homem no passado. Bike in Line para os dois inventores Poletto Neves, pode ser chamado carinhosamente de “Iron Mule” (mula de aço). A mula de carga tem o potencial de transportar até 20% do seu peso corporal total. Por exemplo, uma mula que pesa em média aproximadamente 500 kg, tem potencial para transportar uma carga de 100 quilos, a mesma capacidade de carga da Bike in Line.
 
Giros Implementos Ltda., fabricante da Bike in Line está instalada em Caxias do Sul/RS, uma importante cidade no principal caminho dos Tropeiros, que ligava a cidade de Viamão/RS até Sorocaba/SP. Os irmãos Poletto Neves são netos de italianos que foram Tropeiros de Caxias do Sul.




Bike in Line © Todos os direitos Reservados
contato@bikeinline.com |  55 11 94766-9556
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal